www.iurdtv.com.br

aqui vc conhece a Deus ===== iurdtv

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Ele ou o Altar?


“ Sou obreira e estou noiva, quando comecei a namorar eu ainda não era obreira, mas o tempo foi passando e senti o desejo de servir, meu noivo é uma pessoa maravilhosa, respeitador, sempre conversarmos muito, e Deus tem colocado dentro de mim um desejo de servir no altar. Porem meu noivo não se firma com Deus de verdade.  Já conversei com ele, alias falo com ele o tempo todo mas já cansei, mas eu o amo muito. Ontem estávamos conversando quando sem querer falei do meu desejo de servir no altar, ele ficou sem chão, não suporta falar neste assunto, pois não quer ser pastor. Estou sem saber que decisão tomar, pois não quero prejudicar minha vida espiritual quero servir a Deus e nada mais!”
Sempre que temos uma decisão importante que tomar devemos recorrer a Deus e  à nossa inteligência. Não podemos pôr o nosso futuro em risco, muito menos nossa vida espiritual, pois tudo depende dela. Quando uma pessoa se casa, ela o faz para toda a vida e por isso mesmo para compartir seus sonhos, se um quer uma coisa e o outro quer outra totalmente diferente, não chegarão a lugar algum. A pessoa que serve a Deus, o prazer dela são as coisas espirituais, se ela se casa com alguém que não tem a mesma visão de servir, o mesmo desejo, então não poderá dar certo, porque para ir para o altar, os dois têm que querer. No caso acima, na realidade o menino não lhe convém, pois ela serve a Deus e ele nem sequer é convertido, e pelos vistos não esta interessado em ser. Eu sei que pode parecer radical o que vou dizer agora, mas quando esta em risco a sua salvação, a sua vida espiritual, você não deve pensar duas vezes, tome uma atitude antes que seja tarde. Você quer servir Jesus, seu namorado não quer, então você tem que decidir o que é mais importante para você, se ele ou o seu desejo de servir a Deus. Meninas vamos pensar, um rapaz incrédulo, não importa se frequenta a igreja ou não, nunca será um bom partido para você que é convertida, sejamos sinceras, não adianta querer forçar uma coisa que não tem futuro. Você não pode obriga-lo a querer Jesus, mas tampouco você é obrigada a ficar com ele. Vamos ver a palavra de Deus, ela tem resposta para todas as nossas inquietações e é bem clara, por isso eu amo a Lei de Deus: “Não vos prendais a um jugo desigual com os incrédulos; pois que sociedade tem a justiça com a injustiça? Ou que comunhão tem a luz com as trevas?”                     
 2 Corintios 6:14


Palavra de Dª Tania Rubim

Auto-satisfação


Tenho 17 anos, não tenho namorado e ainda sou virgem. Sei que sexo antes do casamento é pecado, mas quem disse que os meus hormônios entendem isso? As pessoas falam disso como se fosse a coisa mais simples e fácil do mundo, mas não é; por mais que eu tente não pensar em sexo eu acabo pensando, é muito difícil. Existe alguma maneira de se controlar e acabar com os maus pensamentos? Masturbação é pecado?”
As escrituras não aprovam nem recomendam a masturbação. Alguns a consideram como meio de reduzir a tensão sexual excessiva quando a atividade normal da vida de casado não esta disponível ou uma alternativa para promiscuidade ou fornicação. Ademais este ato pode se tornar um vicio e no futuro atrapalhar a relação conjugal e ate mesmo a sua comunhão com Deus.
Quando a pessoa já passou pelo batismo nas aguas e suas vontades carnais foram sepultadas, então ela tem a capacidade de resistir aos desejos da carne. Mas se pelo contrario, a pessoa ainda não “morreu”, então ela não terá domínio sobre o pecado,  este  seguira dominando a vida dela. O corpo humano é perfeito e vai expelir naturalmente o que tiver que expelir, não é necessário recorrer ao ato da auto-satisfação. Busque o novo nascimento e ocupar o seu pensamento com coisas que edificam, não dê vasão as obras da carne que te afastam da presença de Deus. Diz a palavra de Deus: “Pois o pecado não terá domínio sobre vós, porquanto não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça.”    Romanos 6:14

Escrito pela Dª Tania Rubim 

Mas ele é de Deus




Tem um menino que gosta muito de mim, mas eu não sinto o mesmo por ele, na verdade ate sinto vergonha dele. Mas ele é muito de Deus, será que desagrado a Deus não o aceitando como namorado?”

Acontece muito isto e também o contrario. Como assim?
Primeiro vamos falar do assunto mencionado na pergunta. O rapaz pode ser de Deus, mas ainda assim não ser a pessoa certa para a sua vida, pois ha muitos fatores a serem observados, como compatibilidade, idade entre outros. Se você não gosta dele, não deve aceita-lo como namorado. Ainda que ele reúne as qualidades de um homem de Deus, mas se você não sente nada por ele, não deve dar um passo adiante.
Como casar com uma pessoa da qual você sente vergonha?
Isso não vai desagradar a Deus, você deve esperar em Deus a pessoa certa, que ira ser correspondida em seus sentimentos, não se pode casar com alguém que não se gosta. Ele por sua vez também merece uma esposa que o ame da mesma maneira.
Por outro lado também acontece da menina não tomar a devida atenção na hora de escolher, ela pensa que pelo fato do rapaz frequentar a igreja já é de Deus e se lança de cabeça.
Não pode ser assim, ainda que ele seja da igreja não quer dizer que seja uma pessoa convertida, entregada a Deus.
Então é necessário estarem atentas, não se deixar levar pelas aparências, confira sempre se o rapaz é realmente de Deus, para evitar desilusões no futuro.

Por: Tania Rubim
Continua...

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

A ejaculação da Eternidade


Uma das estratégias mais antigas do diabo para derrubar homens de Deus e, diga-se de passagem, foi e tem sido muito eficaz para quem não vigia, é a carência sentimental – os anseios do coração.
Para que você tenha uma ideia de como funciona a coisa, de um lado Deus tem a mente (o intelecto) como Seu aliado para falar, dirigir, orientar o homem; de outro, o diabo tem o coração (sentimentos e emoções) como seu aliado; e no meio está o ser humano. Se o mesmo se inclinar para a razão e a fé, se livrará dos laços do diabo; mas, caso se incline para os apelos do coração, isso resultará no sofrimento, na angústia e na escravidão do inferno.
O ponto mais forte de um envolvimento sentimental é o sexo, o prazer sexual. E o diabo também tem usado este prazer para promover o desprazer de muitos.
Observemos o rei Davi – homem segundo o coração de Deus – que venceu o gigante Golias e os grandes exércitos inimigos, mas não conseguiu vencer sua libido ao ver o escultural corpo desnudo de Bate-Seba – mulher de Urias – um de seus soldados mais fiéis.
Ele a chamou em seu palácio e, embriagado pelo desejo ardente do sexo, deitou-se com ela. 2 Samuel 11.1-4. Em seguida, depois de desfrutar de um prazer orgástico, porém momentâneo, mergulhou num desprazer de angústia, de vazio e de dor, a ponto de perceber que a alegria da sua salvação escorreu por entre os seus dedos e que o Santo Espírito afastou-se triste e decepcionado do seu ser. Salmos 51.11-12
Daí veio a queda, que só não foi mortal, porque Deus usou de Sua misericórdia – por encontrar no coração de Davi sincero arrependimento e humilhação diante de Sua face.
A grande verdade é que quando você, obreiro ou pastor, cai sexualmente em pecado com uma mulher, no momento do clímax sexual, no momento da EJACULAÇÃO, de dentro de você não está saindo só o sêmen, o esperma, mas junto vai também a unção que você recebeu, seu ministério, sua credibilidade, sua santidade e, sobretudo, sua salvação, que é derramada no útero de uma mulher. Após o prazer momentâneo, começa o desprazer do vazio de tudo que você construiu com muito sacrifício, lutas e lágrimas. Em suma, uma vida com Deus.
Da mesma forma, quando uma obreira ou esposa cai sexualmente em pecado com um homem, no momento do clímax sexual, no momento da EJACULAÇÃO masculina, ela não somente recebe o jato de sêmen, mas o jato do vírus do pecado que traz o desprazer da angústia, da culpa, da dor da alma, da dúvida e, sobretudo, a perda da alegria da salvação.
Que o Espírito Santo tenha misericórdia de nós e possamos ter sempre em evidência o temor do Senhor como fonte de vida, para que jamais venhamos cair nos laços da morte. Provérbios 14.27
Não vale a pena trocar o prazer e o gozo espiritual da comunhão com Deus pelo desprazer do buraco da alma por conta da ausência do TODO PODEROSO, e carregarmos para sempre a saudade de Sua presença e de Sua amizade dentro de nós.
Deus abençoe a todos nós!
Bispo Sérgio Correa

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Antes Só do que Mal Acompanhado

                                                                                                                                                                                                                     

Só quem fala essa frase são as pessoas que já passaram por uma decepção na vida sentimental, não é verdade.

vamos lá, ontem conversando com um amigo eu disse pow cara vc tem que casar, chega de viver essa vida de solteiro, namora com uma com outra e com neguem dar certo, ai adivinha que frase ela me falo, essa mesma que vc acabo de falar kk.

Olha eu respondi para ele, que essa palavra não era de Deus, muitos devem pensar agora, nada ver o que essa obreira está falando, olha tem sim. Sabe porque ?    

Porque o próprio Deus disse que não é bom que o homem viva só, todos tem o direito de ser feliz na vida sentimento, mas sabe qual é problema é a escolha que fazemos, eu já tomei muito tombo na vida sentimento, e hoje eu aprendi, e sei que eu posso somente confiar em Deus, sem ansiedade, e somente confiar em Deus, que ele vai te dar o melhor, não age pelo o sentimento do coração, mas sim pela fé em Deus, seja sensível a voz de Deus, pois quando chegar a sua benção ele vai te mostra, o melhor Deus te dará, mas gauda o seu coração e confia nele, espera no Senhor sem desistir. 

Olha tem coisas que falamos que não sabemos que amarramos a nossa própria vida, Confia nele e ele não te decepcionará. 

Fica com Deus..

Cris Nunes...    

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

falando de Namoro - Primeiro Passo




Decidi falar deste tema, pois a maioria dos e-mails que recebo para orientação é sobre namoro, vamos abordar vários temas, pois a duvida de uns pode ajudar a muitos.
Com certeza o namoro cristão é muito diferente ao namoro das pessoas que não vivem em obediência a palavra de Deus.
Então vamos lá saber qual é o primeiro passo a ser dado, é seguramente escolher a pessoa certa.
Errado, sinto lhe dizer que você esta totalmente enganada.
O primeiro passo é examinar-se a si mesma, ver se você esta preparada para  ter um relacionamento neste momento.
Pois se você esta mal espiritualmente, seguramente vai escolher errado e meter os pés pelas mãos.
Veja como esta a sua vida espiritual, faça a si mesma as seguintes perguntas:
-       você investe tempo na sua vida com Deus diariamente?
-       Você depende inteiramente de Deus em relação a sua vida sentimental?
-       Você esta sendo um exemplo para todos que a rodeiam?
-       Você esta forte espiritualmente ao ponto de seguir a vontade de Deus para a sua vida amorosa?
Se suas respostas são afirmativas a todas as perguntas então você esta pronta para dar o seguinte passo, se você vê que não esta bem espiritualmente, devera primeiro pensar no seu relacionamento com Deus, para depois pensar em namorar. Deus quer que você tenha um compromisso com Ele que ultrapassa qualquer relacionamento humano.
Seu sucesso na vida sentimental depende da sua comunhão com Deus e não sua vida com Deus depende da sua vida sentimental.
Faça uma avaliação para não inverter a ordem das coisas e consequentemente errar.

Cris Nunes

Falando de Namoro - Escolher a pessoa certa





“ Como saber se a pessoa é de Deus, se é a pessoa certa? Não quero errar, como posso identificar?”
Na  hora da escolha é preciso depender de Deus, a jovem que quer ter um relacionamento abençoado não deve tomar nenhuma atitude sem primeiro orar para conhecer a vontade de Deus.
Jamais você deve começar o namoro, sem primeiro orar e esperar em Deus uma confirmação em relação á pessoa.
Depois deste tempo de oração se você esta segura, vai em frente, se existem duvidas não tome nenhuma atitude sem estar segura.
Quando o seu coração se apaixona, você fica insistindo, fica orando, ou então parte para as atitudes, se entrega aquela paixão, talvez você quer ganhar a pessoa na força do braço, porque na realidade você não quer fazer a vontade de Deus, você quer seguir o seu coração, os seus sentimentos sem usar a razão.
Sempre que você teima em fazer algo que não vai de acordo com a vontade de Deus, as consequências são desastrosas, você começa a fazer coisas que não deve e lá na frente você cai.
As vezes você quer tanto, mas tanto uma coisa que você acha que esta usando a fé, mas na realidade você esta agindo pela emoção, não tem como dar certo.
Se você esta confusa, perdida tem que partir para a oração, tome em conta a vontade de Deus, quando você é sincera, Deus te dará a força necessária para esperar a pessoa certa sem estar ansiosa, olhando para quem tem namorado, para quem casou. Melhor esperar a pessoa certa na hora certa, do que ser precipitada e destruir a sua própria vida.
Nesse período de oração, Deus vai te mostrar, fique atenta aos  seguintes sinais:
-       a primeira coisa a ser tomada em consideração é se o rapaz é da mesma fé, quem casa com alguém que não vive a mesma fé terá uma vida de sofrimento
-       veja as atitudes dele, não somente com você mas em relação a tudo
-        fique atenta as conversas, pois a boca fala do que o coração esta cheio
-       veja se ele é convertido, ser membro da igreja não significa ser convertido
-       se vês algo ruim, mau caráter, falsidade, mentira, falta de temor a Deus, não fique tentando administrar o problema, fuja dele.
Se Deus já te mostrou e você continua orando e a situação não melhora, as coisas não dão certo, tome uma atitude, termina com essa relação, pois não tem futuro e pode por em risco a sua salvação.
Muitos estão destruídos hoje por terem feito um mau casamento, estão longe de Deus, perderam a fé.
Cuidado, deixe Deus escolher para você, Ele nunca erra.

Um Forte Abraço..

Cris Nunes...

Não se pode agradar a todos



Muitas pessoas se comportam de uma forma que, imaginam,
agradará a todos. conheci um gerente que não sabia se agradava a
seu diretor ou aos funcionários e, como era de se esperar, terminou
perdendo o cargo e o emprego. a situação me fez lembrar a história
do homem, do menino e do burro.
um pai andava pelas ruas com seu filho e um jumento. o pai ia
montado no animal, enquanto o filho o conduzia, puxando o burrico
por uma corda.
- pobre criança! - exclamou uma pessoa na rua. - uma criança tão
pequena se esforçando tanto! como pode o pai ficar ali sentado tão
calmamente em cima do burro, vendo o menino virar um farrapo de
tanto correr.
o pai tomou a sério a observação, desmontou do jumento na
esquina seguinte e colocou o menino sobre a sela. não passou muito
tempo, outro passante ergueu a voz para dizer:
- que absurdo! o pequeno fedelho vai lá sentado como um sultão,
enquanto seu velho pai corre ao lado.
esse comentário magoou o menino, e então ele pediu ao pai que
montasse também no burro, às suas costas.
- onde já se viu uma coisa dessas! - resmungou uma mulher que
passava. tamanha crueldade com os animais! o lombo do pobre
jumento já está até envergando. como pode esse velho e seu filho
usarem o animal como se ele fosse um sofá? pobre criatura!
o pai e o filho se entreolharam e, sem dizer uma palavra,
desmontaram. entretanto, mal tinham dado alguns passos, outro
estranho fez troça deles:
- graças a deus não nasci tão otário assim! por que vocês dois
conduzem esse jumento se ele não lhes presta serviço algum, se
nem mesmo serve de montaria para um de vocês?
o pai colocou um punhado de palha na boca do jumento, pôs a mão
sobre o ombro do filho e disse:
- independentemente do que fazemos, sempre há alguém
discordando da nossa atitude. acho melhor nós mesmos
determinarmos o que é correto.

Falando de Namoro – Falo ou não falo?



“Olá, tem um menino que é meu amigo, sempre conversamos sobre tudo, menos sobre nós os dois, mas eu gosto dele. Já pensei em falar com ele sobre os meus sentimentos, mas temo por parecer estar me ” desvalorizando” como mulher. O que a senhora me aconselha? “

Falar, ou não falar eis a questão! Estamos acostumadas a que sempre seja o homem a tomar a iniciativa, ele que deve se declarar, mas e se é você que gosta dele, como agir nesta situação?
Isto depende muito da fé  e da maneira de ser de cada uma. Se você gosta de alguém e tem fé e coragem para expressar os seus sentimentos, vai em frente, eu não vejo que isso te desvalorize como mulher.
Faça isso com respeito e sinceridade, se você não fala, como ele vai saber? Seguramente não ira adivinhar.
Falar o que você sente não é vergonhoso nem quer dizer que você esta se rebaixando.

Agora tem um porém! O que eu acho que desvaloriza a mulher, é quando ela fica se insinuando para o homem, se oferecendo, dando em cima. Ela não tem coragem de falar o que sente, então fica se exibindo, enviando olhares fatais, que parece que vai comê-lo com os olhos, ou quando ele esta por perto ela fala alto, dá risadas despropositadas com a intenção de chamar a atenção dele de alguma maneira, ou então fica dando indiretas, isso sim é feio, indiscreto e deprecia a sua imagem, essas atitudes fazem o rapaz pensar que você esta se oferecendo.
Então nesta situação é melhor você atuar com descrição e em lugar de querer demonstrar seus sentimentos de maneira equivocada, aproxime-se do rapaz e seja sincera com ele, mas vá preparada o máximo que pode acontecer é você receber um não.

Mas neste caso você já decide a sua vida e não fica perdendo tempo, fazendo ilusões com algo que não tem futuro.
Se ele corresponde aos seus sentimentos, deixe ele tomar iniciativas daqui em adiante, ele deve conquistar, convidar para sair, ter detalhes, ligar para você. Não esquece que o homem é o caçador e ele gosta do desafio que conquistar, permita que ele faça a parte dele.

Um abraço, Cris Nunes..

Falando de Namoro - Problemas!



“Estou tendo alguns problemas com o meu namorado, temos seis meses, mas nos últimos quatro só tem discussão. Ele fala que não me entende, e que o que sente por mim esta acabando e se eu quiser continuar o namoro tenho que lutar por ele, reconquistá-lo de novo. Ele esta me machucando muito com palavras. Temos três semanas sem sair. Eu gosto muito dele, mas no momento não quero agir pelo sentimento, quero casar com a pessoa certa, que me trate bem e me ame.”
Vamos pensar com a cabeça e não com o coração, o casamento é um passo muito serio e não podemos fazer vista grossa aos acontecimentos e achar que pelo simples fato de amar a pessoa já vamos ser felizes.
Pense comigo, se no começo do namoro, fase em que o rapaz esta conquistando a moça, fazendo de tudo para agradá-la, ele já manifesta uma agressividade com palavras, não é um bom sinal.
Se agora já estão existindo tantas brigas e problemas, imagine como será depois de casar, quando os dois terão que conviver o tempo inteiro.
Fique atenta aos sinais, Deus sempre mostra de alguma maneira quando a relação não vai dar certo, não permita que esses detalhes passem despercebidos, você precisa estar atenta e agir com inteligência.

Não fique insistindo num namoro que já vai mal desde o começo, não tem futuro,  melhor sofrer agora por um pouco, do que ser infeliz para sempre.
Cuidado com o coração, veja o que a bíblia diz a respeito dele, não da para confiar.
“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e perverso; quem o poderá 
conhecer?”                    Jeremias 17:9


Um Forte Abraço
Cris Nunes

Como evitar fofocas e intrigas no trabalho.




Para diminuir a fofoca no ambiente de trabalho, uma empresa
instituiu exercício das três peneiras. funcionava assim: toda vez que
um funcionário fosse contar algo a uma pessoa, esta deveria
perguntar:
- você já passou o que vai me dizer pelas três peneiras?
as peneiras eram as seguintes: 

1) o que você tem a me dizer é
verdade? tem certeza que é um fato, algo que realmente ocorreu?
2) você gostaria que falassem de você o que você vai me falar
agora?

 3) o que você tem a me dizer agregará valor para a empresa
e melhorará o ambiente de trabalho?
se o que a pessoa tivesse para falar não passasse pelas três
peneiras, significava que era algo que não deveria ser contado, pois
provavelmente se tratava de uma inverdade.
só o fato de as pessoas saberem que naquela empresa se iria
aplicar o teste das três peneiras foi suficiente para elas evitarem a
prática da fofoca, pois não queriam passar pelo vexame de uma
exposição.
se você acha que esse teste pode ser aplicado na sua empresa,
não perca a oportunidade: institua a prática das três peneiras!

Um Abraço a Todos 
Cris Nunes

Falando de Namoro – Amizades do sexo oposto




“Eu conheci um garoto, ele diz que gosta de mim e eu gosto dele. Nós namoramos, mas já terminamos umas duas vezes. Só que ele tem uma amiga, que ele considera a melhor amiga,  ela é linda,  é tipo aquela garota popular conhecida por todos, ele fica vendo fotos dela. Ela é muito legal com ele, fica falando ‘eu te amo’ para ele, ela fala que é amor de amiga.  E eu fico me achando inferior, essa situação me dói por dentro”.

Vamos ser sinceras, a pessoa que esta comprometida e segue tendo amizades muito próximas com pessoas do sexo oposto, vai causar ciúmes no namorado(a), isto é evidente.
Não que você não possa ter amigos, mas tudo tem um limite, cada coisa no seu devido lugar. Como seu amigo lhe vai dizer o tempo todo “te amo”, seu namorado não vai aceitar isso e com toda a razão.
Numa relação o respeito e a consideração pelo parceiro são muito importantes, se isso não existe é porque não ha amor sincero.
Se a pessoa se deixa querer e fica dando “asas” para o amigo é porque na verdade ela gosta e não sabe respeitar o namorado.
Conversar é uma coisa, já ficar de gracinha e dando confiança demais é outra coisa totalmente diferente.
Se você quer que o seu namoro funcione, entenda a posição do seu namorado(a), tome em consideração o que ele sente e tenha respeito por ele.
Como vemos na carta acima, a menina sente dor por esta situação e chega a se sentir inferior, na verdade ela se sente ameaçada pela presença da outra na vida do namorado e pela confiança que ele lhe da, sem considerar os sentimentos dela.
Seja sabia, você não tem porque aguentar uma situação assim, se não te respeita agora, não vai fazê-lo nunca. Espere em Deus a pessoa especial que Ele tem preparada para você, que vai te amar e respeitar, você não precisa viver com esse medo e essa dor.
Há momentos na nossa vida que devemos ser drásticas nada de meio termo de “vamos tentar para ver se melhora”, Deus te mostrou que não é a pessoa certa, fique feliz por isso, pois Ele esta cuidando do seu futuro e da sua vida espiritual.

Um forte abraço..
Cris Nunes...

Falando de Namoro – Sexo antes do casamento




Sou cristã, mas namoro com um rapaz incrédulo, ele quer ter relações comigo, mas eu sei que isso não agrada a Deus. Como agir nesta situação?”
  
Você já reparou que o mundo esta de ponta-cabeça?
Tudo que é contra a palavra de Deus, o mundo apoia. Os valores, a responsabilidade, o compromiso parecem já não ser apreciados, para o mundo nada é pecado, as pessoas podem fazer o que querem sem qualquer remordimento, pois cada um é como é, e livre de agir como quiser, assim pensam eles.
Só que tem um pormenor, cada um é também responsável pelas consequências dos seus atos.
No passado a virgindade era mais valorizada tanto pelas moças como também pelos rapazes, para muitos era até mesmo uma exigência para se casarem.  Quando a moça perdia a virgindade sendo solteira era uma vergonha, hoje é ao contrario, aquelas que com 15 anos ainda são virgens são motivo de chacota pelas amigas, tidas como antiquadas e caretas. O que antes era uma honra, nos dias atuais virou uma vergonha, tudo esta ao revés.
Mas vamos ver o que Deus pensa sobre isso?
O plano de Deus é que nos guardemos para o dia do casamento, para a pessoa especial que será nosso esposo. Quantas jovens se entregaram ao namorado pensando ser o homem de sua vida e depois que o namoro não deu certo se arrependeram amargamente.
Ademais se você faz isso antes da lua de mel, que graça tem a noite de núpcias, se os dois já de entregaram antes do tempo, não ha mais magia.
O pensamento de que é necessário  ter relações antes do casamento para ver se os dois se dão “bem na cama” é algo diabólico, pois quem casa por amor e possui a presença de Deus, com toda certeza será feliz no seu leito matrimonial, não teria como ser diferente.
Manter-se pura é a vontade de Deus, pois a mulher tem que se valorizar e não se entregar a vários rapazes até decidir com quem vai casar.
O preço do pecado é a morte, espiritual e em alguns casos também física, verifique só o numero de pessoas infetadas com o vírus da AIDS, e outras doenças sexualmente transmissíveis, é aterrador. Quando você se entrega ao seu marido e vice-versa, você é só dele e ele é só seu, não ha perigo e Deus se agrada nisso.
Vejamos o que diz em 1 Coríntios 6:17-20
“Mas, o que se une ao Senhor é um só espírito com ele. Fugi da prostituição. Qualquer outro pecado que o homem comete, é fora do corpo; mas o que se prostitui peca contra o seu próprio corpo. Ou não sabeis que o vosso corpo é santuário do Espírito Santo, que habita em vós, o qual possuís da parte de Deus, e que não sois de vós mesmos?
Porque fostes comprados por preço; glorificai pois a Deus no vosso corpo.” 

Seja obediente a Palavra de Deus, se você agrada a Deus por cima do seu namorado, Ele vai te honrar, seu namorado não tem o direito de te impedir de obedecer a palavra de Deus, ele deve respeitar a sua fé, se ele não te respeita, para quê ficar com uma pessoa assim? Pense muito bem, antes de casar com uma pessoa incrédula, terá grandes possibilidades de ser infeliz e ter uma vida de sofrimento, veja como os problemas e discórdias já começam no namoro.
Seja esperta e acima de tudo temente a Deus!

um forte Abraço..

Cris Nunes

Sujeito aos mesmos sentimentos




Elias era homem semelhante a nós, sujeito aos mesmos sentimentos, e orou, com instância, para que não chovesse sobre a terra, e, por três anos e seis meses, não choveu. Tiago 5.17 

Elias foi um dos maiores profetas. Realizou feitos maravilhosos. Mas a Bíblia diz que ele era um homem como nós, comum, sujeito aos mesmos sentimentos que nós somos. Elias sentia fome, cansaço, dor, preguiça, raiva, tristeza, uma vez sentiu vontade de morrer e pediu a Deus a morte, teve medo etc.

Mas Elias aprendeu a vencer os sentimentos e deixar prevalecer a fé. 
  • Enfrentou seus medos 
  • Usou o poder da palavra para determinar o que queria 
  • Recobrou o ânimo no meio da adversidade 
  • Usou a oração e a vida de sacrifício como armas para vencer a si mesmo e aos inimigos 
A diferença entre Elias e muitos de nós foi que ele aprendeu a vencer seus sentimentos, apesar de tê-los. Ele aprendeu a fazer o que tinha que ser feito, sem sentir. 

Você também tem que aprender a fazer isso. A grande maioria de seus problemas se deve ao fato de você viver escravo dos seus sentimentos. Exemplos: quando você perde o controle de seu temperamento em casa e briga com seus familiares; fica com medo de tomar atitudes; se entrega ao desânimo; fica esperando ao invés de agir; deixa a ansiedade tomar conta de você; cai em tentação; fica com pensamentos ruins sobre outras pessoas etc. — tudo isso é você se entregando aos sentimentos.

Vencendo os seus sentimentos, Elias foi capaz de fazer chover água e fogo dos céus. Quer dizer, nada lhe foi impossível. Assim também pode acontecer com você! Mas você tem que vencer suas emoções, estar sempre acima delas.

Como conseguir isso? Usando sua cabeça, sua mente, e vivendo em comunhão com o Espírito Santo. 

Um abraço..
Cris Nunes...

Eu sou o que sou




Pessoas sinceras são tão raras quanto um diamante cor-de-rosa. Encontra-se, mas é difícil. Muito mais fácil é encontrar pessoas dissimuladas, bajuladoras, preocupadas com o que os outros pensam delas, que querem impressionar, ou que escondem o que realmente pensam.

Não pense que essas pessoas são más, necessariamente. É claro que existem os hipócritas profissionais, aqueles que são camaleões sociais, fazendo-se mesclar com o ambiente e as pessoas, a fim de obter algum benefício delas. Quanto a estes, não creio que nenhuma palavra que eu possa escrever aqui poderá ajudá-los. São pessoas más mesmo. Fuja delas. 

Porém, há muita gente boa que nunca aprendeu a sinceridade. Simplesmente, não sabe ser sincera. Lembre-se, sinceridade é algo muito raro. Portanto, quando a maioria das pessoas ao nosso redor não pratica a sinceridade, como é que as crianças e os mais jovens a aprenderão? 

O problema é que a falta de sinceridade gera muitos outros males, entre eles: perda de reputação, mentiras, orgulho, descredibilidade, falsidade, insegurança, falta de autoconfiança, perda de amizades e relacionamentos, timidez, insatisfação com você mesmo, personalidade fraca, necessidade de agradar os outros — e muito mais. 
Eu amo a maneira que Deus se identifica para Moisés quando este lhe pergunta o nome, e o Senhor lhe responde: “Eu sou o que sou.” (Êxodo 3.14) 

Deus é o que é! Você pode estar seguro de que com Ele não há maquiagem, máscara, conversa de político ou de religioso — nada disso. Ele é o que é, e quem gostou, gostou. Quem não gostou, que vire ateu. 
Uma coisa é certa: Deus não vai mudar o que é para agradar a todos. 

Tampouco deveria você. 

Um forte abraço..

Cris Nunes...

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

O Bp Direto do Monte da Transfiguração, para abençoar vc..


Justiça fé é amor parte 02


…mas o justo viverá pela sua féHabacuque 2.4  ...visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá por fé. Romanos 1.17
...E é evidente que, pela lei, ninguém é justificado diante de Deus, porque o justo viverá pela fé. Gálatas 3.11   …todavia, o Meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a minha alma.Hebreus 10.38
Esses versos sagrados apontam, de forma clara e categórica, que a justiça de Deus está alicerçada sobre a fé. Isto é, não há perdão, não há salvação, não há cumprimento das Promessas Divinas, enfim, não há nada sem a ação da fé sacrificial.
Perante a Lei de Deus todos pecaram, todos têm pecado e todos pecarão. Com exceção das crianças inocentes, que ainda não sabem discernir entre o bem e o mal. Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram. Romanos 5.12.
Diante disso, é impossível receber algo de Deus sem a manifestação da fé prática. É diferente da Lei dos homens, que exige provas cabais para inocentar o culpado. Ou seja, todos são inocentes até que se prove o contrário. Se a acusação é de assassinato, então tem de haver provas de que o acusado matou; se roubou, tem de haver provas de que roubou; se transgrediu qualquer lei, tem de haver provas concretas de que transgrediu a lei.
No Reino de Deus, todos são culpados e serão condenados, independentemente se cometeram ou não alguma falta. A natureza adâmica não permite, diante da Justiça de Deus, que ninguém seja salvo ou inocente. … pois todos pecaram e carecem da glória de Deus. Romanos 3.23
Como cancelar o pecado humano diante da Justiça de Deus? Quem poderia servir de advogado pelo pecador? Que argumentos poderia juntar para provar sua inocência?
Diante de Deus, o Justo Juiz, não há advogado e nem provas para inocentar pecador nenhum. Todos pecaram. De uma maneira ou de outra, todos pecaram. Seja de forma consciente ou não,  em pensamentos, atitudes, palavras, gestos ou sentimentos. Todos pecaram e carecem da misericórdia Divina.
É justamente aí que entra a fé no Senhor Jesus Cristo! Não a fé teórica, tipo: “Eu creio em Deus”, ou “Acredito na Santíssima Trindade”. Não! Mil vezes, não! Esse tipo de crença  não funciona. Se funcionasse, o mundo cristão seria uma maravilha. O Filho de Deus teve de Se fazer homem, viver como homem, Se sujeitar aos limites de homem, sacrificar Sua carne por toda a vida e, ainda assim, morrer como Um maldito pecador sem ter cometido qualquer falha, por menor que fosse.
O vírus do pecado de Sua mãe não O contaminou, porque o DNA do Altíssimo foi mais forte. Ele providenciou salvação para todos o que creem de forma sacrificial. Sua crença e Seu amor O fizeram sacrificar. Do mesmo modo, em sentido contrário, somos obrigados a manifestar fé e amor sacrificiais nEle para nos salvar. Do contrário, não há salvação.
A mensagem de que se a pessoa aceita a Jesus como Salvador é suficiente para salva-la é balela. Ela alarga a porta que conduz ao inferno. Daí a razão de a maioria dos crentes ser endemoninhada.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Justiça, Fé e Amor


Culpa ou não do diabo, a verdade é que a grande maioria da humanidade está irremediavelmente perdida. Incluindo três em cada quatro pessoas que ouvem a Palavra de Deus.
Mas, fazer o quê? Quebrar Sua justiça e impor Sua vontade a qualquer preço aos insolentes e rebeldes? Sua justa e perfeita Justiça não permite erro. Seu plano de salvação para todos foi elaborado sobre a justiça. Nem Ele, como Todo-Poderoso e Justo Juiz, pode revogar Sua Palavra empenhada. Por conta dessa justiça perfeita e intocável, vinda pela fé praticada, literalmente, todos os seres humanos podemser salvos enquanto estiverem vivos e cônscios de suas faculdades mentais para optarem pela fé no Senhor Jesus Cristo como Único Senhor e Salvador.
A qualidade de fé exigida para a salvação eterna da alma tem de ter o mesmo caráter do amor tipo ahava. Isto é, fé isenta de sentimentos.
Deus amou ao mundo de tal maneira, que sacrificou Seu Filho Único por ele. Sacrificou antes de obter a resposta da humanidade. Sacrificou porque amou, sacrificou porque creu.
Não há amor nem fé sem atitudes sacrificiais. Quem fugir disso estará fadado aos fracassos no amor e na fé. Ou seja, em tudo na vida.
Adão e Eva foram criados no capricho. Perfeitos, do ponto de vista físico e espiritual. A imagem e semelhança de Deus dizem respeito ao Seu caráter de justiça. Quando transgrediram a Lei, tornaram-se injustos. E então perderam o que havia de mais sagrado neles: a comunhão com o Justo Juiz. A partir daí, que comunhão poderia haver entre a Justiça e a injustiça? Da Luz com as trevas?
Para que o pecado da transgressão da Lei fosse perdoado, alguém teria de assumi-lo e levá-lo para o túmulo. Desse modo, o pecado também morreria. Mas, como alguém poderia assumir o pecado de outrem se também tivesse pecado? Não poderia. Para assumir o pecado de terceiros, tinha de haver alguém perfeito e sem nenhum pecado. Onde encontrá-lo? Não havia.
Deus teve de criar uma nação, separada das demais pagãs, para então trazer Seu Único Filho ao mundo. O projeto Divino de criar um Mundo justo e perfeito com o primeiro Adão falhou por conta de sua injustiça. Mas não falhou com o Segundo Adão, Jesus. Ele viveu na justiça e, assim, pôde assumir a injustiça da humanidade. Isso O tornou maldito. E, como maldição, foi crucificado.
Em compensação, levou Consigo todos os pecados da humanidade para o túmulo. Nenhum ser humano, acredito até que nem mesmo anjos, pode entender a profundidade da fé e do amor de Deus pela criatura humana quando arrancou Seu Filho de Si para expô-lo à ignomínia da cruz.
Seu senso de justiça, fé e amor O obrigou a isso. Não seria o caso dEle também exigir da raça humana o mesmo tipo de fé e amor (sacrificiais) para com Ele? É justamente isso que Jesus ensina:  Se alguém quer vir após Mim, a si mesmo se negue (sacrifício), tome a sua cruz (sacrifício) e siga-Me (sacrifício). Mateus 16.24
Ele pode exigir qualquer sacrifício de Seus seguidores, já  que foi o Próprio sacrifício por eles. Portanto, ao assumir a fé isenta de emoções, o pecador é  perdoado e inocentado diante de Deus, e sua alma salva.
e que Deus te abençoe....